Um texto sobre o impacto do Programa HubGov para inovação no setor público.

Em 2018, aconteceu em Goiás, um programa de inovação em governo com cinco secretarias do poder executivo, além do Tribunal de Contas do Estado e Assembléia Legislativa do Estado.

Eu estava ansioso, pois já tínhamos feito outros trabalhos com os executivos públicos do Estado e queria que aquela edição do HubGov fosse mesmo poderosa… E foi.

Inovação em governo é um campo em expansão. Existem muitas formas de fazer a inovação acontecer no setor público. O Programa HubGov é uma delas.

O HubGov foi criado a partir de processos de aprendizagem e da abordagem do Design Thinking. No programa, times de servidores passam pelas etapas de imersão, ideação e prototipação. Com foco misto entre aprender novas competências para inovar em governo e construir um projeto que possa ser implementado.

O que é ser inovador?

Conforme os conteúdos do HubGov vão se revelando, as pessoas vão aprendendo a utilizar técnicas e ferramentas de inovação e cada uma constrói um significado próprio para o seu trabalho (projeto) ser inovador.

Claro que um programa de três meses não é suficiente para “ser inovador”, mas o HubGov tornou-se um gerador de significados de inovação, com muitos cases posteriores que nasceram durante os trabalhos e beberam da fonte do HubGov.

As ferramentas e metodologias para inovação estão cada mais abundantes, há grupos que compartilham boas práticas a cada minuto, sendo assim, o pragmatismo e a observação da sua realidade são mais necessários para transformar as situações indesejáveis em desejáveis.

A inovação no setor público não é um lugar que se alcança. As instituições não vão atingir, comprar ou possuir a inovação em governo. É necessário que os servidores incorporem o espírito inovador e saibam reconhecer de que forma podem fazer o trabalho, aproveitando todo conteúdo que tem acesso e todo o privilégio de poder inovar sem que o risco da extinção bata à porta o tempo todo.

É melhor saber pouco e usar tudo, do que saber muito e não usar nada.

ANDRÉ TAMURA

Uma das coisas mais gratificantes de se trabalhar com inovação em governo é ver a multiplicação de pessoas inovadoras. Elas nos mostram que (i) temos um trabalho importante e (ii) estamos no caminho certo.

Algumas pessoas tornam-se fundamentais e em momentos difíceis – como esses que estamos passando – são as responsáveis por manter a minha sanidade e seguir inovando. Obrigado 🙏.

Inovação em Governo – Modos de Fazer


Publicado originalmente no eBook: #1 Inovação em Governo – do Pequi Lab, Laboratório de Inovação do Governo de Goiás.

Por André Tamura

Pai e Marido. Fundador e Diretor Executivo da WeGov. Empreendedor entusiasta da inovação no setor público e das transformações sociais. Estudou Administração de Empresas e Ciências Econômicas. Desde que trabalhou como operário de fábrica no Japão, tem evitado as “linhas de produção”, de produtos, de serviços e de pessoas. Em 2017, foi condecorado com a Medalha do Pacificador do Exército Brasileiro.

Gabriela Tamura
Posted on

Vanessa Costa e Major Thiago Augusto Vieira discursaram no Encerramento do HubGov 2017.

No dia 1° de Setembro foi realizado o Encerramento do programa HubGov 2017. Durante a cerimônia tivemos o discurso dos oradores Vanessa Costa e Major Thiago Augusto Vieira, da Justiça Federal e Polícia Militar de Santa Catarina, respectivamente.
Ambos foram participantes do programa, juntamente com mais três colegas de sua instituição. Confira abaixo o discurso produzido e proferido por eles no encerramento do HubGov:

Depoimento dos Oradores: Programa HubGov 2017

por Vanessa Costa e Thiago Augusto Vieira

Boa tarde a todos aqui presentes: autoridades, hubgovers, demais colegas servidores públicos e wegovers. Foi com muita honra e satisfação que aceitamos o desafio de falar sobre a experiência de participar do programa HubGov.
E diante desses 6 meses intensos, como resumir tudo o que vivemos? Um processo contínuo de transformação, de compreender que os desafios alimentam o crescimento e a inovação.
Chegamos aqui isolados em nossas ilhas, cada qual com os colegas da própria instituição. E no processo de nos abrir para ouvir, conhecer e colaborar, sentimos alegria e alívio em perceber que não estávamos sozinhos! Que era possível juntar esforços. E ficamos curiosos para ver o que a soma dos nossos talentos era capaz de criar.
Essa foi uma jornada de transformação. Aprendemos e aplicamos uma abordagem de resolução de problemas centrada na pessoa, nas suas necessidades e nas suas dores, com a empatia permeando todo o processo de inovação. Descobrimos novas formas de olhar, de pensar… resgatamos a criatividade adormecida lá na infância e constatamos que um time produtivo também pode ser leve, divertido e criativo.
A colaboração saiu da teoria e veio para a prática. E ao vivenciar esse processo constatamos que sim, colaboração funciona. Dá trabalho, exige paciência, resiliência, construção de consenso, uma certa angústia enquanto o resultado não aparece… Mas quando os insights brotam, é lindo demais! O entusiasmo toma conta e nos surpreendemos com o que somos capazes de criar em conjunto. E vemos o quanto é rico esse encontro do “nós”.
Encontramos o “nós” quando nos conectamos uns com os outros, não apenas por redes sociais ou telas de aparelhos celulares, mas também por meio de um abraço apertado e de um olhar amigo. Permitam que seus olhos encontrem os de outras pessoas ao seu redor. E se perguntem internamente: o que podemos fazer juntos? Lembrem-se que problemas complexos podem necessitar de equipes multidisciplinares, de diferentes conhecimentos, experiências e perspectivas para que soluções sejam construídas.
Essa solução que alimenta a esperança. A esperança que alimenta o fazer. Todo dia podemos fazer de nossas vidas e do serviço público o que TODOS NÓS sonhamos e desejamos. O fazer ou não fazer só depende de nós, continuemos caminhando nessa busca do inovar, de conjugar o verbo “encantar”.
É certo que dificuldades existem e que os desafios são muitos. Mas podemos escolher: focar no que ainda falta ou nos inspirar nas iniciativas que já estão acontecendo no Brasil e no mundo. O processo é gradual, orgânico, mas segue acontecendo. Permitam-se contagiar e sentir revigorar a esperança e a convicção de que é possível! E lembrem-se de que muitas vezes o impossível só existe dentro de nossas cabeças. E que, aliás, como diria Walt Disney: “é divertido fazer o impossível!”
Transpor as barreiras de nossas instituições, formando uma rede para que possamos cada vez mais bem servir o cidadão. Estamos certos que juntos, colaborando e compartilhando experiências, rompemos com o modelo compartimentado, limitado e de transferência de responsabilidades, infelizmente, tão usuais nos serviços públicos.
Para inovar no serviço público, no mundo, é preciso inovar a si mesmo. Transformação dentro, para poder transformar fora. Conseguir olhar o mundo cotidiano de forma diferente, com lentes capazes de ver outras cores.
Que mais do que técnicas, possamos levar em nossas caixas de ferramentas mais empatia, mais amor, mais vontade de compartilhar e colaborar, mais prestatividade, mais iniciativa e autoresponsabilidade.
Hoje é dia de celebrar, honrar os passos do caminho, agradecer a nós hubgovers pelo comprometimento e parceria, às nossas lideranças pelo apoio, aos colegas do trabalho pela ajuda nas instituições enquanto trabalhávamos aqui, a WeGov por ter concebido e apostado nessa ideia e à Vida por ter nos oferecido essa preciosa oportunidade.
Apesar do tom de encerramento, hoje também é dia de iniciar uma nova jornada: o cultivo das sementes que foram lançadas. Sementes essas capazes de fazer brotar um serviço público melhor. Que cada um de nós possa descobrir o que nos torna únicos, o que fazemos de melhor. Que consigamos colocar nossos talentos a serviço, participando, cada um do seu modo, da construção de um mundo melhor, para nós e para as próximas gerações. O Brasil e o mundo precisam disso.


Mais Informações

Acompanhe a WeGov nas redes sociais e fique por dentro das novidades e do lançamento do Próximo HubGov!
Confira: Fotos do ecenrramento.

Por Gabriela Tamura

Fundadora e Diretora de Negócios da WeGov. Administradora Pública graduada pela Universidade do Estado de Santa Catarina, Pós-graduada em Gestão Pública pela Universidade Aberta do Brasil. Resiliente de plantão começou seu relacionamento com o setor público há 12 anos. Conhece bem a realidade do governo e resolveu ajudar.
Foi agraciada com a medalha do Exército Brasileiro em função dos serviços prestados à Nação pela WeGov.

Nathália Rorato
Posted on

Evento aconteceu no dia 01 de Setembro de 2017

Passamos juntos por muitas coisas. Foram 6 meses de aprendizados, de doses diárias de incentivos, de retomar a crença em um setor público mais colaborativo na busca de uma evolução social.
O HubGov terminou. Términos são sempre muito difíceis, mas esse término significa recomeço. Vimos 14 instituições trabalharem juntas por desafios internos que, apesar de distintos, eram semelhantes. Vimos 55 pessoas abertas a conhecer o novo, o outro e a repassar os seus conhecimentos.
Incontáveis horas de dedicação em eventos, oficinas e palestras que perpassavam o nosso campo de atuação, pois no final de cada dia, tudo que era produzido, seria adaptado e implementado imediatamente no cotidiano de cada uma dessas organizações públicas. A transformação das mentes provocando a inovação.

Essa foi uma jornada de transformação. Aprendemos e aplicamos uma abordagem de resolução de problemas centrada na pessoa, nas suas necessidades e nas suas dores, com a empatia permeando todo o processo de inovação. Descobrimos novas formas de olhar, de pensar… resgatamos a criatividade adormecida lá na infância e constatamos que um time produtivo também pode ser leve, divertido e criativo.

Confira o depoimento dos oradores na íntegra.
E no final, só nos restou celebrar!

O encerramento do HubGov

Encerramento Programa HubGov

No dia 01 de Setembro de 2017 foram apresentadas as propostas de soluções dos desafios trabalhados no semestre e brindamos ao desenvolvimento de cada pessoa que passou pelo Programa HubGov. “Formamos” esses profissionais que com certeza terão um trabalho mais significativo daqui para frente.
Os desafios futuros não serão apenas na implementação dessas soluções, mas em replicar a nossa mensagem, a de que é possível inovar em nossos serviços públicos, e a de que existem sempre pessoas que estão em busca desse propósito.
Obrigada HubGovers pelo engajamento e por acreditarem na realização desse programa, aprendemos muito com vocês ao longo desse período. Queremos continuar essa caminhada com todos, celebrando cada passo dado, cada desafio vencido e cada pequena vitória.

Apesar do tom de encerramento, hoje também é dia de iniciar uma nova jornada: o cultivo das sementes que foram lançadas. Sementes essas capazes de fazer brotar um serviço público melhor. Que cada um de nós possa descobrir o que nos torna únicos, o que fazemos de melhor. Que consigamos colocar nossos talentos a serviço, participando, cada um do seu modo, da construção de um mundo melhor, para nós e para as próximas gerações. O Brasil e o mundo precisam disso.

Confira o depoimento dos oradores na íntegra.

E agora WeGov?

E quanto a WeGov? Aqui, términos vão continuar significando recomeços. Estamos prontos para todos os servidores que têm dentro de si o espírito intraempreendedor.
O HubGov continua! Dentro do cotidiano dos nossos HubGovers, e construindo o futuro do setor público! Em breve será lançado o Programa HubGov 2018!
Fique por dentro das notícias da WeGov e não perca o lançamento!